Contabilidade para o varejo e franquias: Tudo que você precisa saber

O segmento de varejo e franquias cresce num ritmo superior ao varejo geral e dos serviços, e tem impulsionado a recuperação desses dois setores. De acordo com Associação Brasileira de Franchising (ABF), o mercado em 2018 cresceu mais de 7% ao ano passado. 

Dito isso, a estimativa é que o setor gere 8% mais empregos diretos no mesmo período, totalizando cerda de 1,3milhão de trabalhadores contratados.

Como reflexo, os brasileiros têm gastado mais em e-commerce e o comércio varejista tradicional sofre com isso. Dito isso, vamos abordar neste artigo, tudo que você precisa saber sobre contabilidade para varejo e franquias.

A Contabilidade é o grande instrumento que auxilia a administração a tomar decisões.  Na verdade, ela coleta todos os dados financeiros, econômicos e patrimoniais, mensurando-os monetariamente, registrando-os em forma de relatórios, que contribuem para a tomada de decisões do empresário.

A contabilidade é fundamental para o funcionamento de uma empresa. Ela permite conhecer e calcular de forma correta os impostos e o preço de venda dos produtos e serviços, bem como avaliar linhas de empréstimos e financiamentos para o negócio.

Além disso, a contabilidade evita possíveis problemas com o recolhimento de tributos e vai além, permitindo o uso de importantes ferramentas financeiras como o fluxo de caixa. Estas informações podem e devem ser analisadas de forma mais completa e abrangente.

Qual a importância da contabilidade para varejo e franquias?

A contabilidade no varejo e franquias não é como nas empresas convencionais, é um trabalho bastante complexo, e envolve aspectos burocráticos diferenciados.

Sem uma contabilidade especializada, o varejo e franquias acabam não desenvolvendo um planejamento fiscal e tributário. A falta de planejamento pode levar a grandes prejuízos, que impactam na parte financeira, gastos com tributos e na complexidade do negócio.

A princípio, vale identificar em qual regime tributário a empresa se encaixa, sendo que, atualmente, o Brasil dispõe de três:

– Simples Nacional

– Lucro Presumido

– Lucro Real.

Com uma contabilidade regular, o segmento de varejo e franquias pode analisar melhor os controles do seu negócio, calculando os prazos médios de pagamento e recebimento, para conhecer os ciclos operacionais e financeiros do negócio, necessários para mensurar a necessidade de capital de giro da empresa.

Saiba mais sobre o controle de capital de giro:

Os relatórios contábeis também são importantes para contabilidade do varejo e franquias, pois são eles que auxiliam a tomada de decisão do empresário. Além, disso, o empresário pode ter uma previsão do tempo que terá o retorno do seu investimento ao contar com uma contabilidade qualificada.

Por meio dos indicadores contábeis é possível identificar se a empresa tem lucro ou prejuízo, se a margem de lucro é adequada, qual é o ponto de equilíbrio do negócio, quais são os principais custos e muito mais.

Assim, é possível verificar como está a evolução da empresa e, caso necessário, a criação de planos de ação, possibilitando a melhoria contínua do negócio.

Assim, a contabilidade para varejo e franquias exige máxima atenção, pois contem regras especificas que não podem ser tratadas como em organizações normais.

A complexidade burocrática demanda um conhecimento específico e somente empresas qualificadas conseguirão desenvolver um serviço apropriado.

Um dos principais ganhos que a contabilidade para o varejo pode proporcionar está relacionada à gestão estratégica da empresa. Esse serviço é capaz de gerar relatórios gerenciais contendo informações supervaliosas sobre pontos que impactam na lucratividade da empresa, com análises que necessitam ser acessadas de uma base de dados de confiança.

A contabilidade para varejo e franquias também auxilia sua empresa no que se refere a documentos que ela é obrigada a guardar por certo período de tempo.  

Como o serviço contábil utiliza esses papéis para realização do serviço, ele também pode orientar aos seus colaboradores, afim deles entender melhor do seu negócio.

Logo, a contabilidade lida diretamente com todos os dados que são gerados pela sua empresa. Em outras palavras, ela transforma os atos e fatos que ocorrem diariamente em informações úteis.

O desempenho financeiro ou saúde financeira da empresa também será afetada positivamente. Isso porque a contabilidade para varejo e franquias, além de fornecer informações que podem ser utilizadas para melhorar a gestão, também pode auxiliar na redução de custos.

O contador vai poder auxiliar os colaboradores do departamento financeiro da empresa sobre produtos financeiros ideais para o tipo de investimento e financiamento que se pretende fazer.

Com uma boa gestão nessa área, as chances são maiores da empresa apresentar melhorias no fluxo de caixa

Por isso, é de extrema importância que você escolha um contador que tenha pleno conhecimento de todas as obrigações acessórias que envolvem uma empresa do ramo de comércio.

Conclusão

Podemos concluir que a contabilidade para franquia e varejo coloca a empresa em um patamar de gestão e controle muito acima daquelas que não contam com um serviço de qualidade.

Logo, na contabilidade, o profissional será capaz de trazer relatórios que mostrem diversos cenários, para que você mude a estratégia de negócio ou se planeje para novas metas e objetivos, por exemplo.

Isso vai permitir que os gestores dediquem mais tempo na administração, vendas, relacionamento com clientes e fornecedores.

Gostou? Deixe um comentário abaixo! 👇 👇

Leia outros artigos no blog da Rimar Contabilidade.

📍 A Rimar Contabilidade é uma empresa que tem o propósito de prestar serviços em consultoria contábil e também atua nas áreas fiscal, tributária, societária e de folha de pagamento.

O segmento de varejo e franquias cresce num ritmo superior ao varejo geral e dos serviços, e tem impulsionado a recuperação desses dois setores.

Leave A Comment